Resultado final do Ranking AVOB 2019

WhatsApp Image 2019-12-15 at 15.55.29

O ano de 2019 foi um ano de mudanças para a vela de oceano de Brasília, mudanças de regras, de critérios, de conceitos, mas principalmente de costumes.

Uma delas foi a diminuição do número de regatas descartadas para valorizar quem se faz mais presente na raia. Outra mudança importante foi a aplicação dos critérios de elegibilidade no ranking, entre outras regras, conforme o regulamento.

Mas como eu falei acima, a principal mudança foi a conscientização da comunidade náutica que vem dando seu apoio à regra BRAVO. Prova disso foi o aumento significativo de filiações nos últimos dois anos. Hoje já são 59 embarcações medidas na BRAVO com certificados válidos e 23 embarcações registradas na regra CRUZEIRO. Ao todo são 27 filiações ativas e elegíveis no ranking em 2019. Sabemos que não somos unanimidade mas está visível que a comunidade abraçou a causa e entendeu a importância de ter seu barco medido e sua filiação ativa para que a associação continue evoluindo.

Neste ano o SARWeb lançou a funcionalidade de certificado online dando maior transparência à regra. Para o ano que vem será implementado a volta do Rating Atribuído para os barcos não filiados e a verificação automática da filiação na apuração do ranking. Assim como foi na época da implantação da inscrição online, as mudanças visam aplicar a regra na sua totalidade e com rigor, mudando o antigo costume de “dar um jeitinho” e de “ganhar no grito”.

Mas agora vamos falar do que realmente interessa. Com 13 regatas válidas, o Ranking da AVOB 2019 teve seus campeões conhecidos e premiados no último domingo após a realização da REGATA DIA DO MARINHEIRO do CLUBE NAVAL.

Como já acontece desde o ano passado, os campeões são premiados com o troféu transitório e belas medalhas para os tripulantes do primeiro ao terceiro lugar de cada grupo. Três dos quatro ganhadores do Ranking AVOB 2018 mantiveram seus títulos em 2019 e terão as plaquinhas com os nomes de seus barcos fixadas novamente ao troféu mais importante da vela de oceano brasiliense.

São eles:

GRUPO REGATA:

1º – MIZÚ II (ICB)
2º – ADRENALINA I (ICB)
3º – NAU CALEUCHE (CMIC)

GRUPO A:

1º – DESAFIO (AABB)
2º – OBATALÁ (AABB)
3º – FUGITIVO (CMIC)

GRUPO B:

1º – ROCKET II (CMIC)
2º – TRÊ-LÊ-LÊ (CAER)
3º – CUTTY SARK (CMIC)

GRUPO CRUZEIRO:

1º – PITCHOCO (ICB)
2º – DER SIEGER (ICB)

O resultado completo pode ser visto no site http://www.sarweb.com.br/Ranking.aspx

A Associação de Veleiros de Oceano de Brasília – AVOB – agradece a todos os velejadores, tripulantes e organizadores e deseja-lhes um feliz natal e um próspero ano novo.

Bons ventos e até 2020!

Regata Comodoro Cota Mil cheio de emoções

DSC03944

No domingo (23) realizou-se a regata Comodoro Cota Mil em homenagem ao comodoro, como o próprio nome diz, e ao aniversário de Brasília.

A largada prevista para as 10 horas sofreu um pequeno atraso devido à falta de vento mas assim que ele apareceu a recon foi baixada e o tiro de preparação foi dado.

O percurso que consistia em duas barla-sotas entre as pontes JK e a Costa e Silva teve que ser encurtado, mesmo assim isso não tirou o brilho e a diversão que foi esta regata.

Os fita azuis do percurso longo e curto foram os veleiros XOPE e ROCKET II, ambos do CMIC, respectivamente.

No grupo Regata A, o veleiro DIADORIM (CMIC), comandado por Eugênio Gerth, venceu com tranquilidade os veleiros OBATALÁ (AABB), de Aloisio Ferreira e FUGITIVO (CMIC) do comodoro Miguel Cleto.

No grupo Regata B o vencedor foi o veleiro HAKUNA MATATA (CNB), seguido por BRIG (CAER) e ROCKET II (CMIC). O veleiro CIRRUS (AABB) foi desclassificado devido a um protesto.

Na classe cruzeiro, o veleiro PITCHOCO (ICB) faturou o troféu de 1º lugar.

Mais detalhes da classificação podem ser encontrados no SARWEB ou em nossa página de resultados.

Aconchego fatura a 3a SVJK

regata-jk-2016-1-348

O veleiro ACONCHEGO, do Cota Mil Iate Clube, faturou o prêmio de campeão da 3a Semana de Vela JK na categoria RGS-DF Regata A. O Delta 32 timoneado por Rommel Castro travou uma disputa digna com o OBATALÁ, de Aloísio Ferreira, levando a melhor por um ponto.

No grupo Regata B, que corre o percurso curto, a disputa ficou entre os veleiros ROCKET II do CMIC e CIRRUS da AABB, esse segundo levando a melhor. Na categoria Cruzeiro, o troféu ficou com o veleiro PITCHOCO, do ICB.

Também tivemos os campeões das flotilhas Delta 26, Fast 230 e Ranger 22. São eles BISCAYA II, CUTTY SARK e PIPA respectivamente. Vale parabenizar o veleiro TRE-LE-LÊ, campeão da RGS Geral Percurso Curto.

Confira o resultado completo >> AQUI <<.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Regata Aniversário ICB 2016

DSC06780

Neste domingo aconteceu no Iate Clube de Brasília a regata em comemoração ao seu 56º aniversário.

O vento entrou forte e ficou constante em quase toda a regata. O percurso era um barla-sota com 3 tamanhos diferentes para atender a necessidade das diversas classes.

Na RGS-DF os campeões foram:  FUGA III (ICB) na Regata A,  ROCKET II (CMIC) na Regata B e  PITCHOCO (ICB) na Cruzeiro.

Nas flotilhas os vencedores foram:  HOOKIPA (ICB) na Delta 26, LUNG TÁ (AABB) na Fast 230 e  PANTANAL MT (CAER) na Ranger 22.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Resultado da Regata do Conselho

DSC06520

Que belo domingo de sol e vento! O clima não podia ter sido mais generoso com os velejadores participantes da Regata do Conselho Deliberativo do Iate Clube de Brasília, realizada no dia 20 de março de 2016.

Com rajadas de vento variando na média de 10 a 12 nós, a largada aconteceu as 10 horas em ponto. O percurso consistia em largar em frente à sede do ICB, montar uma boia à contravento próxima da Casa da Dinda e depois uma boia na zona central do lago em uma perna de través, para enfim, retornar ao Iate com vento em popa.

Na Regata A, o troféu de campeão ficou nas mãos da tripulação do veleiro ACONCHEGO, do CMIC. O troféu de campeão do Regata B, correndo o percurso curto, ficou com o veleiro CIRRUS da AABB. Na classe Cruzeiro o vencedor foi o veleiro PITCHOCO.

Nas flotilhas, a briga mais acirrada ficou na classe Fast 230, vencida pelo veleiro PATURI por 1 segundo de diferença do CUTTY SARK, o segundo colocado. Na classe Delta 26, o título ficou com o veleiro MAROKKA. E na classe Ranger 22, a mais ativa da flotilha, o título ficou com o veleiro PIPA.

Ainda vale destacar os vencedores da Fita Azul. No percurso longo foi o veleiro MAITÓI III e no percurso curto, o veleiro ROCKET II.

Acompanhem o RESULTADO FINAL nesse link.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fotos: Rosana Amorim